16-12-2017

 bg ras 2

 

A AICEP irá realizar as ações Como Vender Em – Mercado África do Sul, nas suas instalações, em Lisboa, dias 11 (tarde) e 12 de dezembro de 2017 e, no Porto, dias 13 (tarde), 14 e 15 de dezembro, respetivamente. Estas ações consistem em consultoria de mercado personalizada, através de reuniões individuais (de 1 hora cada), com o representante do Ponto de Rede em Pretória, Sérgio Espadas, que se desloca a Portugal para esse efeito, sendo uma oportunidade única para as empresas e um abrir de portas facilitador de futuros contactos. Inscreva-se até dia 20 de outubro!

Dirigidas sobretudo a PME exportadoras, estas iniciativas visam responder a questões concretas colocadas pelas empresas nas respetivas Fichas de Inscrição, facultando às participantes, através de informação e aconselhamento individualizado, soluções à medida das suas necessidades, cobrindo todas as fases do processo de internacionalização empresarial e focando todos os aspetos relevantes do negócio internacional (são exemplos da vasta amplitude de questões abordáveis: aspetos regulamentares específicos, comercialização e canais de distribuição mais adequados a cada caso, dificuldades e oportunidades para os produtos e serviços de cada empresa, meios promocionais mais eficazes e aconselháveis, informação setorial específica sobre o produto/serviço no mercado, normas aplicáveis casuisticamente, investimento no mercado e outras matérias que sejam consideradas oportunas).

Na sequência da reabertura do Centro de Negócios de Pretória e tendo em vista incrementar o comércio e o investimento mútuos, potenciados pelas novas oportunidades proporcionadas pelo mercado sul-africano, designadamente no âmbito das medidas de estímulo económico adotadas recentemente pelo Governo (“Plano de Desenvolvimento Nacional: Visão 2030”) e do Acordo de Parceria Económica UE/Países SADC (Southern African Development Community), em vigor desde 10 de outubro de 2016 (o primeiro do género celebrado entre a UE e países na região da África Austral) que, no caso específico deste mercado, verá o acesso dos produtos comunitários (com isenção/redução de direitos aduaneiros) processar-se de forma mais rápida, já que foi precedido do Acordo de Comércio, Desenvolvimento e Cooperação de 2004 que culminou na criação entre as partes de uma Zona de Comércio Livre concluída em 2012, estas iniciativas vêm dar continuidade aos esforços de penetração e consolidação das nossas exportações num mercado de grande dimensão e potencial de negócio ainda por explorar, funcionando também, pela sua localização estratégica, como plataforma de acesso privilegiada a mercados vizinhos, incluindo os que compõem a SADC que agrega mais de 335 milhões de consumidores.

A África do Sul, com cerca de 55 milhões de habitantes e uma importância geoestratégica relevante na região, é a segunda maior e mais desenvolvida economia do continente africano, sendo um mercado promissor que oferece apelativas oportunidades de negócio para as empresas portuguesas, destacando-se uma classe média/alta com elevado poder de compra, constituindo também uma alternativa aos nossos clientes comunitários e aos da mesma região, pelo seu volume de importações, pela maior estabilidade de crescimento económico entre os países da África Austral, bem como pela complementaridade da sua procura com a oferta nacional mais qualificada e diferenciada, de elevado teor tecnológico, que incorpore inovação e serviço pós venda, sendo ainda, uma economia aberta, favorável ao investimento e à formação de parcerias.

A participação neste CVE África do Sul tem um custo de 147,60 € (IVA incluído), por empresa, a efetuar após aceitação da inscrição e validação do pedido.

Para mais informações consultar o “link” abaixo:
http://portugalglobal.pt/PT/Acoes/ComoVenderEm/Paginas/como-vender-em-africa-sul.aspx

Câmara do Comércio e Indústria Luso-Sul Africana

Fundada em 1980
Sem fins Lucrativos
Registada em Portugal e África do Sul

Email:

Info@ccilsa.org

Tlf:

+351 213 833 090